Sem dinheiro, Salgueiro oficializa saída do Campeonato Brasileiro

carcará
O Salgueiro oficializou nesta quinta-feira (02) o pedido de saída da Série C do Campeonato Brasileiro. Alegando que não tem condições de arcar com as despesas do clube, o presidente do Carcará, Clebel Cordeiro, entregou ao presidenta da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, documento para ser repassado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Segundo Clebel, Evandro ficou de segurar o documento até a próxima segunda-feira (06) para tentar achar uma solução.

“Foi entregue às 11h da manhã ao presidente e ele pediu até segunda-feira para tentar achar uma solução. Talvez um patrocínio ou apoio do Estado. Já tentamos de toda forma possível por nossos meios e não conseguimos”, disse Clebel Cordeiro, à reportagem do JC. O planejamento do Salgueiro foi prejudicado com o fim do programa estadual Todos com a Nota (TCN), que garantia cerca de 80% da sua folha salarial.

De acordo com Clebel, o clube precisa mensalmente de cerca de R$ 180 a R$ 200 mil mensais para sobreviver na Série C, valor que corresponde ao que receberia com o TCN. O presidente do Carcará também disse saber da possível punição de 2 anos sem atuar em competições estaduais e nacionais pela desistência, mas revelou “não ter o que fazer”.
“Vou fazer o quê? Passei esses anos disputando a trancos e barrancos. Agora não tenho condições nenhumas de continuar desse jeito”, finalizou Clebel. A reportagem tentou contato com Evandro Carvalho, mas não obteve sucesso. (JC)

Vídeo: Dilma é chamada de assassina e petistas de ladrões em Nova York

Mais um vídeo de rejeição e revolta contra a comitiva do Governo Federal, formada pela presidente Dilma Rousseff e ministros foi espalhado nas redes sociais nesta quinta-feira (02). A hostilidade ao grupo aconteceu Durante passeio com a comitiva do presidente Barack Obama.
De acordo com o vídeo, um homem não identificado segue a presidente ao lado da ex-secretária de estado dos EUA, Condoleezza Rice e ministros em um corredor. Ele grita frases como: “Assassina! Cadê o dinheiro da Petrobrás? Petistas vagabundos! Enquanto a população está passando fome, vocês estão viajando com o nosso dinheiro!” (Via: Bocão News)

No TSE, o sinal de alerta para Dilma

A derrota dos representantes de Dilma Rousseff no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no processo em que o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, é convocado para depor sobre a contribuição financeira que fez à campanha da presidente, em 2014, acendeu o sinal amarelo no PT. O resultado foi acachapante: os ministros rejeitaram os recursos, para que Pessoa não desse depoimento, por unanimidade.
Na avaliação de parte da legenda, o resultado mostra que o TSE pode ser um terreno até mais árido para Dilma do que o TCU (Tribunal de Contas da União), que analisa as "pedaladas fiscais" do governo. O tribunal eleitoral investiga irregularidades nas contas da campanha que podem resultar até na cassação do diploma de Dilma. O caso deve ser julgado até outubro.
Na conta do PT, dos sete ministros do TSE, três tendem hoje a votar contra o governo (Gilmar Mendes, Dias Toffoli e João Otávio de Noronha) e três a favor (Luciana Lóssio, Henrique Neves e Maria Thereza Assis Moura). O placar pró-Dilma no TSE estaria por um voto: o do ministro Luiz Fux, o que é considerado risco extremo para o governo, dado o histórico do magistrado no mensalão. Tido como voto a favor, ele surpreendeu e condenou todos os réus.  (Via: Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo)

Venda total de veículos novos caiu 20,67% no 1º semestre de 2015, diz Fenabrave

A venda de veículos novos no Brasil caiu 20,67% no primeiro semestre deste ano, em relação a igual período do ano passado, divulgou nesta quinta-feira, 2, a Federação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Fenabrave). De janeiro a junho de 2015, foram emplacados 1.318.985 automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, cerca de 344 mil a menos do que nos seis primeiros meses do ano passado.
Em junho deste ano, mês com 21 dias úteis de venda, os licenciamentos de veículos somaram 212.535 unidades, o que equivalente a uma retração de 19,4% na comparação com o total vendido durante o 20 dias úteis de junho do ano passado, quando as vendas já haviam sido prejudicadas pela Copa do Mundo.
Na comparação com maio, também com 20 dias úteis de vendas, os emplacamentos praticamente se mantiveram estáveis em junho, ao cair apenas 0,07%.
Fonte: Estadão

Vacina contra aids mostra resultados promissores em macacos

Uma vacina experimental contra o HIV, o vírus responsável pela aids, mostrou resultados promissores em macacos, segundo um estudo publicado nesta quinta-feira na revista Science.
Esta vacina “duplo viral”, que primeiro prepara o sistema imunitário com um outro agente patogênico e em seguida, impulsiona uma proteína encontrada em torno do invólucro do HIV, pode ser a melhor estratégia para proteger contra a infecção por este vírus em seres humanos, como pesquisadores.
Primeiro eles injetaram nos macacos uma vacina contra um adenovírus – vírus ligados a muitas infecções humanas – para alertar o sistema imunológico. Numa segunda fase, foi injetada uma espécie de lembrete, desta vez com uma proteína purificada que forma o envelope do HIV, o que provocou uma forte reação das células imunitárias.
Um tal sistema, que visa multiplicar tanto a magnitude da resposta imune como alargar a proteção contra ataques virais subsequentes, foi utilizado com a vacina contra o Ebola.
No caso da vacina experimental contra a aids, os cientistas foram capazes de proteger totalmente metade de doze macacos contra a infecção do vírus de imunodeficiência símia (VIS), semelhante ao HIV que ataca os seres humanos.
“Nos sentimos encorajados pelos resultados deste estudo pré-clínico, que abre o caminho para a avaliação de uma vacina que poderia servir aos seres humanos”, afirmou o virologista Dan Barouch, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard e um dos os principais autores da pesquisa.
Já está em curso um estudo clínico de fase 1 com voluntários saudáveis, para avaliar a segurança da vacina experimental.
Fonte: NE10

Manchetes dos jornais de 03/07/2015

A Tarde
Bandidos fazem reféns durante 5 horas na Ucsal de Pituaçu em roubo a caixa eletrônico
Correio da Bahia
Suspeito por vários assaltos na capital é linchado por moradores
Tribuna da Bahia
93 áreas de risco em Salvador serão desapropriadas pelo governo baiano
O Globo
Dilma é alvo de ofensas durante visita a universidade americana
O Dia
Homem é executado em Niterói um dia depois de seu irmão
Extra
Jovem morre de ataque cardíaco após ficar 8 semanas sem ir ao banheiro
Folha de São Paulo
OAB diz que redução da maioridade é inconstitucional e pode ir ao STF
O Estado de São Paulo
MPF atribui a Marcelo Odebrecht o pagamento de propina no exterior
Correio Braziliense
José Dirceu entra com habeas corpus para não ser preso
Valor Econômico
Procurador espera recuperar R$ 1 bilhão de dinheiro desviado da Petrobras
Estado de Minas
Governo adia pagamentos do abono salarial para 2016
Jornal do Commercio
Banco do Brasil diz que comprou dólares falsos de terceiros
Zero Hora
Empresário gaúcho é o elo de Porto Alegre com a Lava-Jato
Brasil Econômico
Vendas de veículos têm o pior primeiro semestre desde 2007, diz Fenabrave

Secretaria de Educação de PE abre inscrições para Supletivo 2015

supleInteressados em participar do Exame Supletivo 2015, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, podem se inscrever a partir desta sexta-feira (03). As inscrições se encerram no dia 10 de agosto. As provas serão aplicadas em diversas cidades, incluindo Petrolina, Araripina e Salgueiro.
As inscrições podem ser realizadas através do site da Secretaria de Educação de Pernambuco. O exame para o nível Fundamental tem como pré-requisito ter idade mínima de 15 anos, completados até a data da prova. Os interessados em prestar o exame para concluir o Ensino Médio, precisa ter pelo menos 18 anos até o dia da prova.
Os candidatos precisam preencher um formulário e imprimir o comprovante de inscrição, devendo informar para qual nível serão avaliados. Os locais de avaliação serão divulgados no dia 10 de setembro e as provas serão realizadas no dia 10 de outubro.

Campus Petrolina do IF Sertão abre inscrições para Vestibular de Música

Até o dia 10 de julho estão abertas as inscrições para o Vestibular de Licenciatura em Música no Campus Petrolina do IF Sertão-PE. No total são ofertadas 30 vagas, destinadas a candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e desejam usar a nota para fins de classificação no processo seletivo.
Além da nota do Enem, o candidato também deverá apresentar um documento comprobatório de certificação musical. A inscrição é gratuita e deve ser feita das 8h às 20h, na Secretaria de Controle Acadêmico do Campus Petrolina, localizado na BR-407, Jardim São Paulo.
A lista de candidatos aprovados será divulgada no dia 15 de julho e a matrícula está prevista para o dia 22. As aulas serão aplicadas no segundo semestre deste ano, no turno da manhã.

Com "pedalada regimental", redução da maioridade penal é aprovada na Câmara

A Câmara dos Deputados aprovou, em primeiro turno, na madrugada desta quinta-feira (2) a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos para crimes hediondos, para homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. Na nova sessão, 323 deputados foram a favor, 155 deputados votaram contra a redução da e houve ainda 2 abstenções. 
O texto "mais brando" votado nesta sessão foi considerado uma "pedalada regimental" do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para reverter a rejeição da proposta votada na sessão da madrugada de terça para quarta. Na madrugada de quarta, outro texto que propunha a redução da maioridade foi rejeitado pelos deputados por cinco votos. Eram necessários 308 votos a favor para a aprovação de uma emenda constitucional.
O texto aprovado na sessão iniciada nesta quarta-feira (1º) prevê a redução da maioridade para 16 anos para jovens que cometerem crimes hediondos, homicídio doloso (com intenção de matar) e lesão corporal seguida de morte. A diferença em relação ao texto derrotado na sessão de terça-feira foi a retirada de tráfico de drogas, de terrorismo e de roubo qualificado do rol de crimes que faria o jovem responder como um adulto.
A emenda aglutinativa foi acordada entre PMDB, líderes da oposição e deputados favoráveis à redução da maioridade penal e sofreu críticas do PT, PC do B e PSOL.
"Cada vez que alguém que está na presidência tem uma opinião sua derrotada em uma votação democrática, ele pode articular uma maioria de novo, fazer um novo substitutivo e provocar uma nova votação. Retirando uma palavra, retirando um artigo. Nós teríamos múltiplas votações até que a vontade de quem dirige seja uma vontade vitoriosa", afirmou o vice-líder do PT na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), criticando Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Nas falas que defendiam a redução da maioridade penal, diversos deputados chamavam o "clamor das ruas" em defesa da aprovação do texto. Cerca de 87% dos brasileiros apoiam a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, segundo pesquisa de opinião feita pelo Datafolha no último dia 22 de junho.

Tensão

A votação da redução da maioridade penal na terça-feira foi acompanhada por intensos protestos a favor e contra a PEC 171/93 (proposta de emenda constitucional). A polícia legislativa chegou a fazer uso de gás de pimenta para dispersar manifestantes que tentavam entrar na Câmara.
A sessão, que durou mais de sete horas, teve presença de dezenas de estudantes contrários à redução da maioridade penal, que comemoram a rejeição do texto substitutivo. Nesta quarta-feira, as galerias não foram abertas para a entrada de manifestantes para evitar tumulto, segundo Cunha.
O presidente da Câmara foi visto muitas vezes ao celular ao longo da sessão, 

Próximos passos

O texto que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos (PEC 171/93) ainda deve passar por uma segunda votação na Câmara dos Deputados e por duas votações no Senado para que a Constituição seja alterada. 

Dilma esteve com delator numa cerimônia oficial

Nunca recebi esse senhor, disse Dilma Rousseff sobre o delator Ricardo Pessoa. Eu nunca o recebi em toda a minha passagem pelo meu primeiro mandato, enfatizou a presidente, há três dias, em Nova York. Quem ouviu ficou com a impressão de que Dilma jamais avistara o dono da construtora UTC, que diz ter transferido para sua campanha, em 2014, R$ 7,5 milhões em verbas desviadas da Petrobras. Não é bem assim. Dilma e Pessoa estiveram juntos pelo menos uma vez. Deu-se em 13 de julho de 2012, na cidade baiana de Maragojipe.

A presidente e o delator brindaram com saquê o lançamento da pedra fundamental de um estaleiro chamado Enseada do Paraguaçu, empreendimento contratado a um consórcio de empresas que reuniu a japonesa Kawasaki e as brasileiras UTC, Odebrecht e OAS. Eles também batizaram uma plataforma da Petrobras, a P 59. As fotos estão no site do Planalto.

Ao lado do então governador da Bahia Jaques Wagner, e da então presidente da Petrobras Graça Foster, Dilma e Pessoa participaram de um ritual japonês chamado Kagami biraki. Consiste em quebrar a tampa de um barril de saquê e, em seguida, brindar com a bebida. Reza a tradição que isso traz bons agouros para um empreendimento. Participaram também, entre outros, os presidentes da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e da OAS, Léo Pinheiro.

Hoje, dois dos atores que contracenaram com Dilma, Pessoa e Pinheiro, arrastam tornozeleiras eletrônicas em suas prisões domiciliares. O outro, Marcelo Odebrecht, está hospedado na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

Dilma discursou na cerimônia de 2012. Ela ainda falava de um Brasil de sonhos. “Foi-se o tempo em que o bolo precisava crescer primeiro para poder distribuir depois”, declarou a certa altura. Citou a crise internacional. Fez referência à situação precária de países europeus, que cortavam benefícios, desempregavam e aumentavam tributos.

O Brasil está em outro caminho, celebrou essa Dilma de três anos atrás. Nosso caminho não é esse, não é igual ao deles. Nosso caminho é manter nosso desenvolvimento e buscar cada vez mais garantir que os bônus, as vantagens e os lucros desse desenvolvimento sejam distribuídos ao povo brasileiro. Dilma enfeitou seu discurso salpicando nele adereços como os juros baixos e a redução de impostos. Pressionando aqui, você chega a um vídeo que exibe essa cena de um Brasil imaginário. (Via: Blog do Joisias de Souza)